PDV para servidores municipais é questionado na Câmara

PDV

Os vereadores aprovaram requerimento questionando a implantação do Plano de Demissão Voluntária (PDV) pela Prefeitura Municipal. Criado em maio, o plano recebeu a adesão de 190 servidores.  

Segundo o vereador Fabrício da Aeronáutica (MDB), a Administração Municipal estimava a adesão de até noventa servidores. “Isso acabou afetando de certa forma a previsão orçamentária”, disse.

O projeto aprovado pela Câmara Municipal faz prevê o cálculo do impacto financeiro sobre o número de servidores aposentados ainda em atividade, mas sem especificar o valor total disponível para o pagamento das indenizações.

O PDV será implementado de forma gradativa de acordo com a disponibilidade de recursos. Para o autor do requerimento (Fabrício da Aeronáutica), os servidores que aderiram ingressaram em uma situação de instabilidade.  “Com as respostas às indagações apresentadas, haverá subsídios para atender as dúvidas e expectativas dos funcionários públicos”, disse.


CLIQUE AQUI PARA CONFERIR TODAS AS PROPOSITURAS APROVADAS


 

Vereadores

Marcelo Coutinho “Celão”
PSD
Pedro Sannini
PTB
Marcos Evangelista
PSDB
Marcelinho da Santa Casa
PSD
João Pita Canettieri
PSB
Luizão da Casa de Ração
PR
Marcio Almeida
PPS
Décio Pereira
MDB
Fabrício da Aeronáutica
MDB
Tia Cleusa
MDB
Nei Carteiro
MDB

Pesquise no Site

Arquivos


Assunto